terça-feira, 31 de outubro de 2017

Toyota abre inscrições para concurso de desenho no Brasil e oferece viagem ao Japão

Podem participar crianças de 4 a 15 anos, divididas em três categorias
Concurso de desenho Carro dos Sonhos da Toyota
 O concurso de desenho Carro dos Sonhos da Toyota está com inscrições abertas no Brasil até 23 de fevereiro de 2018.

O concurso premia os três melhores desenhos de cada categoria (de 4 a 7 anos, de 8 a 11 anos e de 12 a 15 anos) com notebooks, tablets, smartphones e games.

Os vencedores da etapa global ganham uma viagem ao Japão, com direito a acompanhante, para conhecer a matriz da montadora e participar da cerimônia de premiação.

Mais informações e o regulamento completo do concurso estão disponíveis no site da Toyota, aqui.
Fonte: Alternativa

sábado, 21 de outubro de 2017

Imperador japonês Akihito deve abdicar no final de março de 2019, diz jornal

Lei que permite a abdicação do imperador foi aprovada pelo parlamento japonês em abril
O imperador japonês Akihito provavelmente abdicará no final de março de 2019, e o príncipe herdeiro Naruhito deve assumir o trono em abril, a primeira abdicação de um monarca do Japão em quase dois séculos, noticiou o jornal Asahi na sexta-feira.

O governo está no estágio final de formalização do cronograma, disse o Asahi, citando várias fontes.

Em junho o Parlamento aprovou uma lei que permite que o imperador Akihito abdique, mas Tóquio precisa acertar os detalhes, incluindo quando isso irá ocorrer.

O principal porta-voz do governo japonês negou a reportagem do Asahi.

"Não estamos cientes da reportagem e tal fato não existe", disse o secretário-chefe de gabinete, Yoshihide Suga, em uma coletiva de imprensa.

"Continuaremos a discutir adequadamente e faremos nosso melhor para conduzir a abdicação do imperador suavemente", afirmou.

Akihito, de 83 anos, que passou por uma cirurgia cardíaca e um tratamento para câncer de próstata, disse em raros comentários públicos neste ano temer que a idade avançada o atrapalhe a continuar cumprindo suas funções.

Ele será sucedido por Naruhito, de 57 anos, e uma nova era terá início no dia 1° de abril, relatou o Asahi.

A lei de abdicação – que só se aplica a Akihito, e não a futuros imperadores – incluiu uma resolução para debater a permanência de mulheres na família real após o casamento, mas não tocou o tema polêmico de se permitir que as mulheres herdem cargos.

Akihito, o primeiro imperador japonês que jamais foi considerado divino, trabalhou durante décadas em casa e no exterior para amenizar as feridas da Segunda Guerra Mundial, combatida em nome de seu pai, Hirohito.
Fonte: Alternativa com Reuters

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Japão planeja lançar uma nova moeda digital, a ‘J-Coin’

Um consórcio de bancos informou que planeja lançar a moeda digital em tempo para as Olimpíadas de Tóquio em 2020
Moeda digital, ‘J-Coin’

Um consórcio de bancos japoneses poderá lançar uma nova moeda nacional digital em uma tentativa de encorajar os cidadãos a dependerem menos de dinheiro vivo, divulgou o Financial Times.

Segundo o Financial Times, um consórcio liderado pelo Mizuho Financial Group e pelo Japan Post planeja lançar a moeda digital em tempo para as Olimpíadas de Tóquio em 2020.

O novo projeto, que tem o apoio do banco central e autoridades reguladoras do Japão, visa desenvolver tecnologia para permitir que a população no país realize pagamentos de produtos e serviços com seus smartphones.

Atualmente, os pagamentos em dinheiro vivo representam 70% de todas as transações em valor no Japão, contudo, tal dependência implica custos para os bancos e governos.

O consórcio de bancos estima que a adoção de uma nova moeda digital poderia acrescentar 10 bilhões de ienes (90 milhões de dólares) à economia, divulgou o Financial Times. A J-Coin seria cambiada a uma taxa de 1 por 1 com o iene.

Os bancos japoneses não estão sozinhos na busca para desenvolver sua própria moeda digital. Bancos líderes que incluem o HSBC, o Barclays, o USB e o Santander estão desenvolvendo um “Acordo de Moeda Universal” para tornar os negócios entre eles mesmos mais fáceis, inspirados pelo sucesso de moedas digitais como a bitcoin.
Fonte: Portal Mie com Business Insider

sábado, 26 de agosto de 2017

26ª Expo Aflord

ExpoAflord 2017

A Expo Aflord é uma das principais feiras de flores do Estado de São Paulo, com uma média de público de 40 mil pessoas que vêm do Alto Tietê e diferentes regiões.

Foi criada em 1989, pela Associação dos Floricultores da Região da Via Dutra, para divulgar a produção dos floricultores associados, que são das cidades de Guarulhos, Mogi das Cruzes, Itaquaquecetuba, Santa Isabel, Taubaté, Arujá, Guararema, Jacareí e São José dos Campos. Eles também aproveitam o evento para apresentarem novidades no cultivo das flores.

A Expo Aflord acontece sempre no segundo semestre de cada ano, entre agosto e setembro, e oferece para os visitantes variedades em flores para vendas e exposição. Em 2014, foram mais de 200 tipos de flores à disposição dos visitantes.

Expo Aflord tem vasta Programação Cultural
Outro motivo que faz com que a Expo Aflord seja um dos mais tradicionais eventos do Estado de São Paulo é a diversidade de atrações oferecidas para os visitantes.

O pavilhão de exposição é uma das principais atrações do local, pois reúne uma imensa variedade de flores – desde as mais conhecidas até as mais raras, cultivadas por colecionadores. As espécies são usadas na decoração do espaço, que a cada ano ganha um tema diferente.

A cultura japonesa também está presente no evento por meio de dança e música típicas. Isso porque muitos dos produtores possuem descendência oriental, a exemplo do fundador da Aflord, Katsuya Araki.
ExpoAflord

Programação 26ª ExpoAflord 2017, clique aqui.

A Expo Aflord disponibiliza ingressos promocionais para compra antecipada.
* Meia entrada – pessoas acima de 60 anos, estudantes com carteirinha escolar.
* Crianças até 8 anos acompanhadas de adulto pagante, não pagam ingresso.

Local de venda de ingressos antecipados
Shigoto.com Agência de Turismo
Largo Sete de Setembro, 52 sl. 1102 e 1103, São Paulo/SP CEP 01501-050
Tel. 11 3106-2780

Expo Aflord 2017
Local: Av. PL do Brasil, s/nº, Km 4,5, Fazenda Velha, Arujá/SP
Tel.: (11) 4655.3006 e (11) 4655.4227 . E-mail: expoaflord@gmail.com
Site: www.aflord.com.br

domingo, 6 de agosto de 2017

Hiroshima: da destruição a forte polo turístico do Japão

Em 2016, 1,17 milhão de estrangeiros visitaram a cidade 
Há 72 anos a bomba atômica atingiu Hiroshima e apagou o local do mapa.

Há 72 anos a bomba atômica atingiu Hiroshima e apagou o local do mapa. Apesar da destruição, a cidade conseguiu se reinventar e se colocar entre os lugares mais visitados do Japão.

Mais de 10 milhões de pessoas vão todo ano ao local que fica no oeste do Japão. Nos últimos quatro anos, o número médio de turistas na região triplicou. Apenas em 2016, 1,17 milhão de estrangeiros foram para lá.

Hiroshima faz parte da rota dos turistas ocidentais que vão ao Japão. Os visitantes são atraídos pelo Parque da Paz, que acolhe restos da Cúpula da Bomba  e um impressionante museu sobre o impacto do ataque.

O  Museu Memorial da Paz de Hiroshima guarda testemunhos dos sobreviventes da bomba atômica, bem como roupas e outros objetos das vítimas, em uma tentativa de mostrar aos visitantes a realidade depois do ocorrido.

“Há uma grande necessidade de atrair visitantes, incluindo turistas. Esta é uma oportunidade de ouro para informá-los sobre a necessidade da paz mundial”, declarou à agência EFE o prefeito da cidade e diretor da ONG Prefeitos pela Paz,  Kazumi Matsui.

Há onze anos, o guia voluntário e sobrevivente mais jovem da bomba atômica, Kosei Mito, permanece ao lado da cúpula. Ele ainda estava no útero materno quando o acidente aconteceu.

“É minha obrigação estar aqui […] Todo mundo deveria saber o que realmente aconteceu. É muito importante que os sobreviventes falem sobre sua experiência”, explicou à Agência EFE, Mito, que é ex-professor de ensino secundário.

Durante esta última década, o “hibakusha” (nome pelo qual são conhecidos os sobreviventes da bomba) compartilhou a sua história com 66 mil pessoas procedentes de mais de 170 países, devido a que tem material informativo em sete idiomas diferentes.

Os Estados Unidos fizeram o primeiro ataque nuclear da história sobre a cidade de Hiroshima no dia 6 de agosto de 1945, e três dias depois lançou uma segunda bomba atômica sobre Nagasaki (sudoeste), o que levou à capitulação do Japão no dia 15 de agosto e pôs fim à Segunda Guerra Mundial.

Em 2016, Barack Obama foi o primeiro presidente dos Estados Unidos a visitar Hiroshima. O sobrevivente Shigeaki Mori lembra entre lágrimas a visita e, em particular, a imagem que tomou conta das capas de jornal em todo o mundo: ele sendo abraçado por Obama, foto que se converteu em um símbolo da reconciliação entre ambos os países.

“Sou tremendamente agradecido a ele (pelo reconhecimento)”, contou à agência EFE o pesquisador japonês de 80 anos, apenas um menino quando a bomba caiu em Hiroshima.
Fonte: Veja com EFE

segunda-feira, 31 de julho de 2017

Exame de Proficiência em Língua Japonesa 2017

Proficiência em Língua Japonesa

Exame de Proficiência em Língua Japonesa
Data do Exame: 03/12/2017 (dom)
Período de Inscrição: 01/08 (terça) a 02/09/2017 (sábado)
Taxa de Inscrição (Manual incluso):
N1 = R$ 180,00
N2 = R$ 150,00
N3 = R$ 140,00
N4 = R$ 130,00
N5 = R$ 120,00
Realização:
Centro Brasileiro de Língua Japonesa
Rua Manuel de Paiva, 45 – Vila Mariana
São Paulo – Brasil – Cep: 04106-020
www.cblj.org.br
E-mail: info@cblj.org.br
Tel.:(11) 5579-6513
Co-realização: Fundação Japão
Locais de Inscrição:※Será possível enviar pelo correio o formulário de inscrição que estará disponível à partir de 01 de agosto aos residentes em áreas distantes dos locais de inscrição. Neste caso solicitamos contatar as seguintes instituições:
Informações e locais de inscrição
① CBLJ – Centro Brasileiro de Língua Japonesa
Rua Manoel de Paiva, 45 – Vila Mariana – São Paulo – SP CEP 04106-020
Tel.: (11) 5579-6513
Site: www.cblj.org.br
E-mail: info@cblj.org.br
② Aliança Cultural Brasil-Japão
R. Vergueiro, 727 5º and. – São Paulo – SP, Cep.01504-001
Tel.:(11)3209-6630
R. São Joaquim, 381 6º and. – São Paulo – SP, Cep.01508-001
Tel.:(11)3209-9998
E-mail: alianca@aliancacultural.org.br
Site: www.aliancacultural.org.br
③ Assoc. Pan-Amazônia Nipo-Brasileira
Trav.14 de Abril, 1128 – Belém – PA, Cep.66060-460
Tel.:(91)3229-4435
E-mail: escritorio@apanb.org.br / mami@apanb.org.br
④ Assoc. N. Brasileira da Amazônia Ocidental
R. Terezina, 95-Adrianópolis – Manaus – AM, Cep.69057-070
Tel.:(92)3234-7185
E-mail: nippakumanaus@gmail.com / nippaku@netium.com.br
⑤ Assoc. Est. da L. Japonesa de Brasília
SGAN 611 Módulo A. Bloco C – Brasília – DF, Cep.70830-501
Tel.:(61)3711-0721 / (61)3703-1503
E-mail: aeljbdf@gmail.com
⑥ Fed. Cultural Nipo Brasileira da Bahia
R. Campinas de Brotas, 104-E – Salvador – BA, Cep.40275-160
Tel.:(71)3359-5946 / (71) 98819-5030 / (71) 99129-1256
E-mail: fcnbb@hotmail.com
⑦ Associação Cult.Esp.Nipo-Bras.Est.do R.J.
Av. Franklin Roosevelt, 39 sala 919 – Castelo
Rio de Janeiro – RJ – Cep.20021-120
Tel.:(21)2533-0047
E-mail: renmei@nethall.com.br
⑧ Aliança Cultural Brasil-Japão do Paraná
R. Paranaguá, 1782 – Londrina – PR, Cep.86015-030
Tel.:(43)3324-6418
E-mail: aliancalon@gmail.com / alianca.cultural@hotmail.com
⑨ Assoc. da Cult. Japonesa de Porto Alegre
Centro de Est. da L. Jap. de Porto Alegre
R.Gomes Jardim, 497 – Porto Alegre – RS, Cep.90620-130
Tel.: (51)3219-2664
E-mail: acj-poa@acj-poa.com.br
O Formulário de Inscrição também poderá ser retirado (apenas retirado) nos seguintes locais a partir de 01 de agosto:
 O exemplo da prova do Exame de Proficiência em Língua Japonesa poderá ser visto no site: www.jlpt.jp
Fonte: CBLJ - Centro Brasileiro de Língua Japonesa

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Quem são as pessoas que aparecem nas notas de iene, do Japão?

Conheça as figuras históricas homenageadas e os principais elementos de design e segurança nas notas japonesas
A criação do iene foi uma das diversas medidas que modernizou o Japão na Era Meiji (1868-1912). Antes, cada feudo produzia a própria moeda. A emissão de cédulas começou em 1872, após uma reforma monetária baseada no dólar. Desde o fim da 2ª Guerra Mundial, o Japão já produziu cinco séries de notas. A mais recente, a E, de 2004, propôs novos designs para as cédulas  de ¥ 1.000, ¥ 5.000, e ¥ 10.000.

Iene
País Japão
Criação 1871
Cédulas em circulação 15,6 bilhões (em dezembro de 2015)
Número de cédulas 4

Monte Fuji e flores de cerejeira


Dimensões: 15 cm x 7,6 cm
Criação: novembro de 2004
Figura na frente: Hideyo Noguchi (1876-1928), médico japonês, descobridor do agente causador da sífilis
Figura no verso: Monte Fuji e flores de cerejeira, ícones da beleza natural japonesa

Shureimon, Okinawa

Dimensões: 15,4 cm x 7,6 cm
Criação: julho de 2000
Figura na frente: É a única cédula que não traz uma pessoa, e sim uma estrutura. É o Shureimon, um portão construído entre 1527 e 1555 em Naha (Okinawa), considerado tesouro nacional em 1933. Destruído durante a 2ª Guerra Mundial, foi reerguido 20 anos depois
Figura no verso: Uma cena do Conto de Genji e um retrato de sua autora, Murasaki Shikibu (973?-1031?). O livro foi escrito no começo do século 9, durante o Período Helan, e é considerado o primeiro romance literário do mundo.
(Curiosidade: A nota de ¥ 2.000 foi colocada em circulação em 2000 e desde então segue com design inalterado. São bastante raras e dificilmente aceitas como meio de pagamento.)

Flores de íris

Dimensões: 15,6 cm x 7,6 cm
Criação: novembro de 2004
Figura na frente: Ichiyō Higuchi (1872-1896), poeta e contista japonesa. Foi a primeira escritora mulher a ter destaque no Japão moderno. Produziu no período Meiji uma obra que ainda tem grande impacto na literatura local contemporânea.
Figura no verso: Flores de íris da obra Kakitsubata-zu, do artista Ogata Kōrin (1658-1716)

Byōdō-in

Dimensões: 16 cm x 7,6 cm
Criação: novembro de 2004
Figura na frente: Fukuzawa Yukichi (1835-1901), escritor, tradutor, empresário e jornalista, ativista dos direitos humanos. Um dos principais articuladores da modernização do Japão e considerado o “Voltaire japonês”.
Figura no verso: Estátua de uma fênix (hōō), do Byōdō-in. Essa escultura está no Salão da Fênix, no último prédio original do templo budista na cidade de Uji (Kyoto). Presente em diversas mitologias orientais, a fênix simboliza virtude, graça e renascimento

Elementos de design e segurança
design e segurança


A) Alto-relevo
Para facilitar a identificação por deficientes visuais e dificultar a falsificação, elementos são impressos dessa maneira. É o caso dos caracteres à esquerda, na frente, e o símbolo no canto inferior direito (que varia entre cada tipo de nota).

B) Imagem latente
As quatro notas possuem uma imagem secreta, com o valor dela, que só é revelada sob certo ângulo.

C) Marca d1água
Na área central, está oculto o mesmo retrato presente na nota. No lado direito do retratado, há um código com barras também impresso com essa técnica. O total de barras varia: três na nota de ¥ 10.000; duas na nota de ¥ 5.000, uma na de ¥1.000 e nenhuma na de ¥ 2.000.

D) Microimpressão
Desde 1993, as notas apresentam a expressão “Nippon Ginko”, que é a transliteração para o inglês de 日本銀行 (“Banco do Japão”). Só pode ser vista com lupa.

E) Linhas ultrafinas

F) Luz ultravioleta
Desde 1993, essa luz ativa um brilho laranja-dourado no selo do governador. Ela também deixa as extremidades com uma coloração esverdeada.

Tradução dos ideogramas
1) “Cédula do Banco do Japão”
2) Valor da nota (no caso, 1.000 ienes)
3) “Banco do Japão”
4) “Imprensa Oficial Nacional”
5) Nome do retratado (no caso, o médico Hideyo Noguchi)

Eurion constellation
Trata-se de um padrão de símbolos circulares presentes no iene e em outras diversas outras moedas, como o dólar e o euro. Criado em 1996, seu objetivo é permitir que softwares de edição de imagem possam detectar a presença de uma cédula em um arquivo de imagem e impedir que o dinheiro seja adulterado ou reproduzido ilegalmente. No caso dos ienes, o padrão está escondido em detalhes do design, como em flores no fundo da nota de ¥ 1.000.

Holograma
Nas cédulas de ¥  10.000 e ¥  5.000, há um campo com um holograma que exibe, alternadamente, a logomarca do Banco do Japão, o valor da nota em numerais e flores de cerejeira.
Fontes: Mundo Estranho com Japan National Tourism Organization, Banco do Japão e Banco Central do Brasil

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Nome para nova Era no Japão será divulgado em 2018

Nova Era no Japão

O nome da nova era japonesa, que seguirá a abdicação do Imperador Akihito, poderá ser anunciado no início do verão de 2018, juntamente com a data para a sucessão Imperial sob uma lei especial que foi aprovada neste mês.

O sistema de Era japonesa começou com a “Taika”, entre 645 e 650 durante o antigo período Asuka do país, introduzido sob a influência da China, que tinha uma tradição similar até o início do século 20.

A atual Era Heisei, que teve início em linha com a atual ascensão do Imperador ao Trono Imperial em 1989, é a 247º.

O atual nome foi decidido prontamente após o falecimento do Imperador Hirohito, pai de Akihito, no dia 7 de janeiro de 1989. A Era Heisei começou no dia seguinte.

Na época, o governo disse que o novo nome da Era deveria refletir os ideais das pessoas, assumir significados positivos e ter dois caracteres chineses que fossem fáceis para ler e escrever.
Fonte: Portal Mie com Jiji

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Exame do Centro Brasileiro de Língua Japonesa 2017

Exame CBLJ
Público alvo: Estudantes que tenham de 1 a 7 anos de estudo da língua japonesa. Embora o exame seja voltado às crianças, mais de 30% dos participantes são adultos. Na escolha do módulo, tenha como base o tempo de estudos.
Aplicação dos testes
  • Os testes poderão ser aplicados na data conveniente às escolas, entre os dias 19 de agosto (sábado) a 02 de setembro (sábado). Poderá ser escolhido um local único, onde todos os alunos das escolas da região possam fazer os testes ou realizá-los na própria escola, sendo 7 o número mínimo de alunos para efetuar a inscrição.
  • Cada escola (ou um local em comum para várias escolas) receberá os cadernos de questões e o CD das questões referentes à Compreensão Auditiva.
  • Após a aplicação das provas, enviá-las ao CBLJ impreterivelmente até o dia 13/9 (quarta).
Conteúdo
  • O exame é dividido em 5 (cinco) módulos, do NM1 ao NM5, dando ênfase à capacidade de aplicação do conhecimento da língua japonesa.
  • Os exames dos módulos NM1, NM2 e NM3 são compostos de 3 (três) partes: “Gramática e Compreensão de Texto”, “Compreensão Auditiva” e “Kanji”. Os módulos NM4 e NM5 são compostos de 2 (duas) partes: “Gramática e Compreensão de Texto” e “Compreensão Auditiva”.
  • As respostas dos módulos NM1, NM2 e NM3 deverão ser escritas na folha de respostas e nos módulos NM4 e NM5 deverão ser escritas diretamente no caderno de questões.

Período de inscrição: 08/05/17 (segunda-feira) a 24/06/17 (sábado)                                                                  
Taxa de inscrição:
  • Não Associado (a) = R$ 95,00/aluno
  • Associado (a) = R$ 65,00/aluno

Inscrição: Preencher o formulário de inscrição (nosso site www.cblj.org.br) e enviar para o Centro Brasileiro de Língua Japonesa para chegar  impreterivelmente até o dia 24 de junho (sábado) ou entregar diretamente em nosso escritório ou ainda por e-mail info@cblj.org.br ou fax 11-5574-0111. Não serão permitidas a troca, o cancelamento e a alteração da quantidade de participante.


Pagamento: Após o recebimento da ficha de inscrição, encaminharemos boleto bancário diretamente para as escolas e solicitamos efetuar o pagamento o mais breve possível.

Resultado do Exame :
  • Todos os participantes receberão o Certificado com avaliação do exame em 3 (três) categorias: A, B, C
  • Nota: enviaremos o resultado da avaliação dos participantes aos professores. Caso necessite da nomenclatura “aprovado” ou “reprovado”, será considerado “aprovado” os participantes que receberem a avaliação A ou B. Porém, isso ficará a critério de cada escola.
Centro Brasileiro de Língua Japonesa
Rua Manoel de Paiva 45, Vila Mariana – São Paulo/SP
Cep : 04106-020
Tel: (11) 5579-6513 / Fax:(11) 5574-0111
Site: www.cblj.org.br
E-mail: info@cblj.org.br
Fonte: Centro Brasileiro de Língua Japonesa

segunda-feira, 1 de maio de 2017

São Paulo recebe a primeira Japan House, espaço dedicado à cultura milenar japonesa

Projeto traz uma experiência genuína sobre o modo de viver do Japão contemporâneo
Japan House

Um dos maiores redutos da comunidade japonesa fora de seu país de origem, São Paulo recebe a primeira Japan House, projeto do governo japonês para levar ao restante do mundo uma experiência genuína sobre o modo de viver, cultura, gastronomia, tecnologia e negócios do Japão do século 21.

O espaço, localizado na Avenida Paulista, foi inaugurado neste domingo, 30, na presença do presidente Michel Temer, do governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, e do prefeito da cidade, João Doria, entre outras autoridades.

Estima-se que cerca de 1,8 milhão de descendentes e imigrantes japoneses vivam em São Paulo, tornando a cidade e o Estado uma das maiores colônias no mundo.

Depois de São Paulo, Londres e Los Angeles receberão unidades do projeto. “O Japão nos enviou o que há de mais precioso, os seus filhos para o Brasil, e em especial para São Paulo”, comentou o governador Geraldo Alckmin durante o evento de inauguração do espaço. “Essa casa, a Japan House, representa bem a cultura japonesa. Tem sua tradição, seu olhar no presente e no futuro”, completou.

Uma ponte entre os dois países para fomentar contatos, conhecimentos e novos negócios, a casa abrigará, em 2017, oito exposições sobre a cultura milenar do povo japonês. A primeira delas apresentará uma coleção de obras que remetem à cronologia de mais de 150 anos de arte em bambu. A mostra Bambu – Histórias de Um Japão segue até o dia 9 de julho.

Histórias de Um Japão

Abertura para o público
A Japan House abre suas portas para o público no dia 6 de maio. A programação de inauguração terá seu início no dia 7, às 18h, com o concerto dos músicos Jun Miyake e Ryuichi Sakamoto, no auditório do Ibirapuera.

No espaço, além de loja, café e restaurante, exposições, workshops e seminários, os visitantes terão ainda acesso a 1,9 mil livros sobre a cultura japonesa, divididos em categorias como comer, viajar, estilo de vida, arquitetura e design, entre outros.

https://www.facebook.com/JapanHouseSP/videos/751250791703560/

Japan House
Avenida Paulista, 52.
Terça-feira à sábado das 10h às 22h.
Domingos e feriados das 10h às 18h.
Entrada gratuita.
Confira a programação aqui
Site: http://www.japanhouse.jp
Fonte: Alternativa com Portal do Governo